Vida de Autista

Eu sou Autista

Daniela Sales


Eu sou a Dani e no final de 2017 ouvi da minha terapeuta o diagnóstico que mudou minha vida. Fui diagnosticada com TEA - Transtorno do Espectro Autista, no meu grau antes chamado Síndrome de Asperger.
Após o diagnóstico, aos 42 anos de idade, finalmente conheci a mim mesma e então resolvi abraçar a causa do autismo na vida adulta. Existem milhares de autistas sem o diagnóstico sofrendo nos consultórios, usando antidepressivos, ansiolíticos e toda e qualquer droga que torne a vida mais leve.
No Instagram, no YouTube e aqui no site conto um pouco das minhas experiências e descobertas sobre esse mundo tão fascinante do autismo. Ser diferente é normal :)

Me

Consultoria Empresarial, Palestras e Treinamentos


A consultoria é feita por mim, autista, grau leve com formação em Administração de Empresas e ampla experiência no mercado. É voltada para microempresas, empresas de pequeno porte e MEI (Microempreendedor individual) de qualquer segmento de atuação. Um grande diferencial é minha visão como profissional e empreendedora dentro do TEA. Essa visão é ideal para o autista que deseja se tornar empreendedor ou que já tem uma empresa ou ainda para a empresa que deseja incluir o autista como público alvo ou que tem ou quer ter profissionais autistas nas vagas PCD. Palestras de conscientização em empresas ou escolas e treinamentos para inclusão do profissional autista nas organizações.
Entre em contato para mais informações e orçamentos.



Tudo sobre o Autismo na Vida Adulta

Empreendedorismo para Autistas

Viagens

✦ Dicas de Viagens
✦ Descontos em sites parceiros

Serviços Prestados

✦ Consultoria Empresarial
✦ Palestras
✦ Treinamentos

Fórum

Suas dúvidas respondidas toda semana!
Seja um assinante.

+ DE
0
Visualizações no Youtube
+ DE
0
Videos Postados
0
Livro Publicado
0
Projetos em Desenvolvimento
  • Fui... morar fora do Brasil

    Fui... morar fora do Brasil


    Oi,

    Quando você ler este texto estarei longe, bem longe... mas muito, muito perto de mim mesma :)


    MORAR FORA não é apenas aprender uma nova lingua.

    Não é apenas caminhar por ruas diferentes ou conhecer pessoas e culturas diversificadas.

    Não é apenas o valor do dinheiro que muda.

    Não é apenas trabalhar em algo que você nunca faria no seu país.

    Não é apenas ter a possibilidade de ganhar muito mais dinheiro do que se ganhava.

    Não é apenas conquistar um diploma ou fazer um curso diferente.

    Morar fora não é só fazer amigos novos e colecionar fotos diferentes.

    Não é apenas ter horarios malucos e ver sua rotina se transformar diariamente.

    Não é apenas aprender a se virar, lavar, passar, cozinhar.

    Não é apenas comer comidas diferentes, pagar suas contas no vencimento, se matar para pagar o aluguel.

    Não é apenas não ter que dar satisfações e ser dono do seu nariz.

    Não é apenas amar o novo, as mudanças e tambem sentir saudades de pessoas queridas e algumas coisas do seu pais.

    Não é apenas levantar da cama em um segundo quando chega encomenda do Brasil.

    Não é apenas já saber que é alguém do Brasil ligando quando toca seu celular sempre no mesmo horário.

    Não é apenas a distância.

    Não são apenas as novidades.

    Não é apenas uma nova vista ao abrir a janela.

    Morar fora é se conhecer muito mais.

    É amadurecer e ver um mundo de possibilidades a sua frente.

    É ver que é possivel sim, fazer tudo aquilo que você sempre sonhou e que parecia tão surreal.

    É perceber que o mundo está na sua cara e você pode sim, conhece-lo inteiro.

    É ver seus objetivos mudarem.

    É mudar de ideia.

    É colocar em pratica.

    É ter que mudar sua cabeça todos os dias.

    É deixar de lado as coisas pequenas.

    É saber tampar o seu ouvido.

    É se valorizar.

    É ver sua mente se abrir muito mais, em todos os momentos.

    É se ver aberto para a vida.

    É não ter medo de arriscar.

    É colocar toda a sua fé em prática.

    É ter fé.

    É aceitar desafios constantes.

    É se sentir na Terra do Nunca e não querer voltar.

    É querer voltar e não conseguir se imaginar no mesmo lugar.

    Morar em outros paises é se surpreender com você mesmo.

    É se descobrir e notar que na verdade, você não conhecia a fundo algo que sempre achou que conhecia muito bem: VOCÊ MESMO!

    * Autor desconhecido
  • Coluna do Aspie - Dia do Orgulho Autista

    Coluna do Aspie - Dia do Orgulho Autista


    Olá Amigos!

    Ser autista é algo que tem influência em tudo sobre mim. Minhas escolhas, a maneira que vejo o mundo, meus conceitos morais e éticos. Tudo é baseado no que sou e nas minhas percepções como pessoa autista.

    Eu gosto de ser como sou e eu quero ser como sou. Nunca pensei em ser diferente disso que sou. Eu não quero ser "curado" do autismo. Não existe cura para o autismo, não existe cura para o que não é doença... 

    Pensar que o autismo não é normal ou pior ainda, pensar que existe um normal dentro de mim e que dá para separar o autismo que tudo se resolve, é uma aberração. Remover o autismo de mim seria como arrancar minha essência, como me transformar em outro. E repito, eu não quero ser outro! 

    A neurodiversidade é importante e faz parte do desenvolvimento humano. O autismo faz parte do que é ser humano. Em todos os lugares existem autistas. Muito provável que qualquer pessoa já tenha convivido, trabalhado, estudado com algum autista, talvez ainda conviva e nem se dê conta disso. 

    Então neste 18 de junho, Dia do Orgulho Autista, o que eu espero, mais do que isso, o que eu quero é que as diferenças sejam aceitas e respeitadas. Não quero que presumam por mim, não quero que falem por mim. Quero que me aceitem como sou porque eu me aceito como sou. Eu tenho alegria pelo que sou! 

    Eu sou autista com muito orgulho! Abraços do Aspie, sigam o @aspiesincero no Instagram, mandem suas sugestões, dúvidas e dicas de temas para a coluna. 

    Sobre o autor: Autista adulto com orgulho!
  • Consultoria Express

    Consultoria Express

    Olá pessoal,

    Na Consultoria Express vamos analisar o perfil pessoal e emocional para melhorar sua atuação em um emprego convencional ou para se tornar um empreendedor. É uma análise com propostas de melhoria para uma vida pessoal e profissional mais tranquila e objetiva.

    A Consultoria é feita por mim, autista, administradora de empresas com mais de 20 anos de experiência nas áreas de empreendedorismo, relacionamento, administrativa, auditoria e comercial. Ao longo da carreira fiz diversos cursos como Gestão de Processos, Gestão Financeira, Estratégias Empresariais, Gestão de Contratos, Auditoria, Relacionamento com o Cliente, CS - Customer Success, Consultoria Empresarial, Marketing, Neuromarketing entre outros mantendo-se sempre atualizada com as melhores técnicas e estratégias para atender ao mercado altamente competitivo e globalizado.

    Em outubro de 2018 criei o Projeto Vida de Autista após ser diagnosticada com TEA - Transtorno do Espectro Autista, grau leve e antes chamado Síndrome de Asperger. Em abril de 2019 decidi voltar ao mundo do empreendedorismo e prestar consultoria para MEI, pequenas e médias empresas de qualquer ramo de atuação e principalmente aos autistas que precisam de auxílio na vida pessoal e/ou profissional e também empresas que desejam ter o autista como público alvo ou funcionário em suas organizações.

    Neste modelo Express, as sugestões propostas pela Consultoria são confeccionadas por você. Já na Consultoria Personalizada Completa, todos os materiais são desenvolvidos por mim e você precisa apenas colocar em prática.

    A Consultoria Express é feita em duas fases:

    Fase I 

    - Entrevista Inicial com duração de 1 hora

    Fase II 

    - Avaliação e reestruturação da rotina de trabalho
    - Avaliação e reestruturação de fluxo de caixa
    - Desenvolvimento de planilha de controle financeiro personalizada
    - Reestruturação e redução de custos
    - Organização dos hábitos de consumo
    - Avaliação de novas fontes de receitas
    - Desenvolvimento de metas e objetivos financeiros

    Importante:

    Serão realizadas 03 reuniões online por Skype ou Whatsapp (previamente agendadas).

    Para contratar a Consultoria Express, basta clicar no link e gerar o boleto para pagamento no valor de R$ 199,00 

    A confirmação de pagamento acontece em até 03 dias úteis. Após confirmação aguarde o e-mail com as instruções para agendamento.

    Após o aceite da consultoria o valor NÃO será reembolsado.

    Mais informações entre em contato por e-mail contato@vidadeautista.com.br


    Abraços,

    Dani


  • Coluna do Aspie - O peso do autismo leve

    Coluna do Aspie - O peso do autismo leve


    Olá amigos! 

    Hoje vou falar do autismo leve e das dificuldades inerentes a esse nível do espectro. Atualmente o autismo é classificado em três graus: leve, moderado e severo. Essa distinção se faz basicamente pela necessidade de auxílio que precisará a pessoa para seu melhor desenvolvimento. 

    A primeira impressão que se tem quando se vê a palavra LEVE é a de que trata de algo mais simples, fácil e até mesmo tranquilo de lidar... mas não é nada disso. Essa diferenciação dos graus de autismo, servem apenas para comparar os indivíduos dentro do espectro e para definir qual a melhor conduta terapêutica conforme a necessidade de cada pessoa. 

    Nunca se deve comparar um autista leve com um neurotípico*, apenas pelo grau ser leve. Os termos leve, moderado e severo não remetem a peso e sim a intensidade. Não existe dentro do espectro mais autista ou menos autista. O espectro é amplo mas todos eles compartilham de características inerentes ao autismo. 

    Uma pessoa no grau leve fala, mas muitas vezes tem problemas para se comunicar. Tem uma vida social, mas não consegue socializar de fato. Tem percepção de suas dificuldades, mas muitas vezes as pessoas ao seu redor não têm. É muitas vezes taxado de esquisito, pois geralmente apresenta interesses específicos, stims** e apegos a rotina como qualquer outro autista. Também sofre o desdém de quem, mesmo sem conhecimento, não vê ali os sinais do autismo. 

    Não pense que isso só ocorre quando as pessoas não sabem do diagnóstico. Mesmo quando sabem não é difícil escutar as famigeradas frases: "Mas você parece normal", "Você não tem cara de autista", ou "Você tem certeza que é autista?". Na escola é assim, no trabalho é assim, na vida é assim. Continuam esperando que o autista leve seja algo que ele não é. 

    Uma analogia que demonstra bem esse fato é de que não se espera de um cadeirante que ele suba escadas, não se espera que um surdo ouça, mas do autista leve se espera que socialize ou tenha comportamentos iguais aos de um neurotípico. Por isso, ao conhecer um autista na escola, no trabalho, na faculdade ou onde for, não espere que ele seja como você. Aprenda a compreender os outros e aceitar as diferenças. Se não souber ou não entender, pergunte ao invés de julgar. Ser diferente é normal e poder conviver com as diferenças é a melhor oportunidade que temos de sermos pessoas melhores! 

    Um abraço do Aspie e continuem seguindo o @aspiesincero no Instagram e mandando suas sugestões, perguntas e dicas de temas para a coluna. 

    * Neurotípico ou NT, uma abreviação de neurologicamente típico, é um neologismo amplamente utilizado na Psicologia, Psiquiatria, Neurologia, bem como nos aspectos sociológicos e culturais do autismo como um rótulo para pessoas que não estão no espectro do autismo.

    ** Stimming ou Stim é o termo usado pelos autistas ao que os profissionais chamam de “estereotipia” ou “comportamento estereotipado”. Em breve mais detalhes na Coluna do Aspie :)

    Sobre o autor: @aspiesincero é codinome de um autista adulto que não tem identidade conhecida, mas já rolam rumores que é só convidar para comer um pastel com caldo de cana que ele não consegue recusar. Escreve porque tem insônia mas seu forte é procrastinar. Assiste o roda a roda jequiti e jura que conseguiria acertar todas as palavras antes de qualquer um se lá estivesse. Ler é seu hiperfoco mas rir de si mesmo é seu verdadeiro dom.
  • LIVRO: PERGUNTAS E RESPOSTAS


    ◆Guia Prático para autistas adultos: Como não surtar em situações do cotidiano.

    ◆Sinopse: Neste guia você não vai encontrar técnicas ou fórmulas mágicas, pois o que escrevi aqui são experiências reais e servem de base para que você entenda como meu cérebro autista funciona na prática. Aqui você será espectador e verá a vida através do olhar de quem sente na pele as mesmas sensações que você. Sempre com leveza e bom humor te ensino a não surtar nesse mundo onde a gente se sente um E.T.

    ENDEREÇO

    Belo Horizonte / MG - Brasil

    EMAIL

    contato@vidadeautista.com.br

    WHATSAPP

    (+55 31) 9 9676-1628

    CELULAR

    (+55 31) 9 9676-1628