• Fórum da Semana 13 a 19/05/19


    Oi Pessoal,

    Este é o 2º Fórum de Perguntas e Respostas e o conteúdo completo está liberado apenas para assinantes :)

    Os assinantes do site receberão por e-mail um arquivo PDF com todas as perguntas e respostas publicadas (mesmo antes da assinatura) para que tenham material para estudos. Você pode se tornar um assinante clicando aqui.

    Fórum de Perguntas e Respostas – Semana 13 a 19/05/19

         

    Perguntas respondidas pelo Psicólogo Anderson Castro – Diretor Clínico do IEPEBRASIL


    1- O que são comorbidades? Quais são as mais comuns no TEA?

    Comorbidades em sua definição são associações de condições diferentes de patologias. Neste caso duas ou mais condições que frequentemente coexistem as mais comuns ao TEA são: o Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), em que 74% apresentam esta condição associada, Transtorno de Ansiedade (TA) com índice de 84% na população autista, Déficit Intelectual (DI) com indicativos de 40 a 70% dos casos e outros distúrbios de ordem neurológicos, como os distúrbios de sono e quadros de epilepsia. Importante diagnosticar com precisão para assim planejar as terapias e tratar também as comorbidades.

    2- Um autista pode desenvolver uma comorbidade devido ao ambiente (local e pessoas) em que vive?

    Sim, mas não é uma regra. Por exemplo: quando um autista convive com uma família muito agitada e de condições ansiosas tende a tornar-se um autista mais ansioso devido ao comportamento sistêmico. Por isso é muito importante que as intervenções englobam os familiares do autista.

    3- O que é DPAC - Distúrbio do Processamento Auditivo Central? Tem alguma relação com o TEA?

    É o comprometimento de diversos campos cerebrais que dificulta a decifrar, separar e identificar os estímulos auditivos externos, o que provoca a desatenção e a compreensão dos mesmos. Não quer dizer que há relação com o TEA, porém pode em alguns casos correlacionar como condição comórbida ao TEA.

    4- O que é TPS Transtorno de Processamento Sensorial? Tem alguma relação com o TEA?

    São comprometimentos nas habilidades dos nossos sentidos onde o cérebro possui a capacidades de organizar, discriminar e selecionar as sensações de maneira flexível. Tais sentidos incluem a audição, tato, paladar, visão, olfato e os dois mais secretos: proprioceptivos e o vestibular que tem a ver com a percepção corporal no espaço, tônus e muscular. Todos esses sentidos favorecem a coordenação, linguagem, movimentos motores, estabilidade emocional, capacidade de atenção e concentração. Estes elementos sensoriais podem ser hipersensíveis quando evitam a estimulação e os hiposensíveis quando requer a estimulação sensorial. Por isso é muito importante o trabalho da integração sensorial que é da competência do Terapeuta ocupacional (TO). As pessoas com autismo podem apresentar o TPS como comorbidade, portanto este transtorno não é uma exclusividade no TEA.

    5- Existe chance de o TEA ser genético? Poderia a criança herdar o TEA dos pais?

    Pesquisas robustas apontam que 70% dos casos do TEA são de herdabibilidades (genética).


    Conteúdo Exclusivo para AssinantesVocê pode se tornar um assinante clicando aqui.

    6- A maneira como fomo educados/criados pode interferir na melhora ou piora do TEA?

    7- A terapia obrigatoriamente precisa ser feita em conjunto com outros profissionais além de psicólogos e psiquiatras?

    8- Existe alguma correlação do TEA com a sexualidade?

    9- Um indivíduo de grau leve pode passar para o severo e vice versa?

    10- O que é Síndrome de Irlen? Ela está ligada ao TEA?

  • LIVRO: PERGUNTAS E RESPOSTAS


    ◆Guia Prático para autistas adultos: Como não surtar em situações do cotidiano.

    ◆Sinopse: Neste guia você não vai encontrar técnicas ou fórmulas mágicas, pois o que escrevi aqui são experiências reais e servem de base para que você entenda como meu cérebro autista funciona na prática. Aqui você será espectador e verá a vida através do olhar de quem sente na pele as mesmas sensações que você. Sempre com leveza e bom humor te ensino a não surtar nesse mundo onde a gente se sente um E.T.

    ENDEREÇO

    Belo Horizonte / MG - Brasil

    EMAIL

    contato@vidadeautista.com.br

    WHATSAPP

    (+55 31) 9 9676-1628

    CELULAR

    (+55 31) 9 9676-1628